Ajuda
Ajuda:Para realizar uma Busca no Guia São Vicente , digite a palavra chave referente ao que você procura. Ex.: se você busca hotéis, pousadas ou motéis em , digite: hoteis, pousadas, hotel, pousada, hospedagem, motel etc... Se você busca concessionárias em , digite: concessionária, revenda, carro, automóvel, veículos etc... Se você busca por restaurantes em , digite: restaurante, comida, delivery, kilo, disk, pizza etc... , Se busca por imobiliárias, digite: imobiliárias, imóveis, apartamentos, casas, kitnet ou entre no nosso banco de imóveis no menu abaixo.
>> Fechar

ANÚNCIOS GRÁTIS

ARTIGOS

Contos e Fábulas
Guia São Vicente

AS LÁGRIMAS DE POTIRA

Lenda indígena
Muito antes de os brancos atingirem os sertões de Goiás, em busca de pedras preciosas, existiam por aquelas partes do Brasil muitas tribos indígenas, vivendo em paz ou em guerra e segundo suas crenças e hábitos. Numa dessas tribos, que por muito tempo manteve a harmonia com seus vizinhos, viviam Potira, menina contemplada por Tupã com a formosura das flores, e Itagibá, jovem forte e valente.

Era costume na tribo as mulheres se casarem cedo e os homens assim que se tornassem guerreiros. Quando Potira chegou à idade do casamento, Itagibá adquiriu sua condição de guerreiro. Não havia como negar que se amavam e que tinham escolhido um ao outro. Embora outros jovens quisessem o amor da indiazinha, nenhum ainda possuía a condição exigida para as bodas, de modo que não houve disputa, e Potira e Itagibá se uniram com muita festa.

Corria o tempo tranqüilamente, sem que nada perturbasse a vida do apaixonado casal. Os curtos períodos de separação, quando Itagibá saía com os demais para caçar, tornavam os dois ainda mais unidos. Era admirável a alegria do reencontro! Um dia, no entanto, o território da tribo foi invadido por vizinhos cobiçosos, devido à abundante caça que ali havia, e Itagibá teve que partir com os outros homens para a guerra.

Potira ficou contemplando as canoas que desciam rio abaixo, levando sua gente em armas, sem saber exatamente o que sentia, além da tristeza de se separar de seu amado por um tempo não previsto. Não chorou como as mulheres mais velhas, talvez porque nunca houvesse visto ou vivido o que sucede numa guerra. Mas todas as tardes ia sentar-se à beira do rio, numa espera paciente e calma. Alheia aos afazeres de suas irmãs e à algazarra constante das crianças, ficava atenta, querendo ouvir o som de um remo batendo na água e ver uma canoa despontar na curva do rio, trazendo de volta seu amado.

Somente retornava à taba quando o sol se punha e depois de olhar uma última vez, tentando distinguir no entardecer o perfil de Itagibá. Foram muitas tardes iguais, com a dor da saudade aumentando pouco a pouco. Até que o canto da araponga ressoou na floresta, desta vez não para anunciar a chuva mas para prenunciar que Itagibá não voltaria, pois tinha morrido na batalha. E pela primeira vez Potira chorou.

Sem dizer palavra, como não haveria de fazer nunca mais, ficou à beira do rio para o resto de sua vida, soluçando tristemente. E as lágrimas que desciam pelo seu rosto sem cessar foram-se tornando sólidas e brilhantes no ar, antes de submergir na água e bater no cascalho do fundo. Dizem que Tupã, condoído com tanto sofrimento, transformou suas lágrimas em diamantes, para perpetuar a lembrança daquele amor.


Artigos Anteriores:

01/01/2009
AS LÁGRIMAS DE POTIRA

30/12/2008
COMO NASCEU A PRIMEIRA MANDIOCA

29/12/2008
MARIA PAMONHA

28/12/2008
ACOITRAPA E CHUQUILHANTO

10/09/2008
O RATINHO, O GATO E O GALO

09/09/2008
O BICHO MANJALÉU

08/09/2008
OS SETE CORVOS

15/07/2008
ALI BABÁ E OS QUARENTA LADRÕES

14/07/2008
AS ROUPAS NOVAS DO IMPERADOR

13/07/2008
O ROUXINOL DO IMPERADOR

09/06/2008
O PATINHO FEIO

21/05/2008
O SOLDADINHO DE CHUMBO

11/05/2008
O PEQUENO POLEGAR

10/05/2008
JOÃOZINHO-SEM-MEDO

09/05/2008
O PRÍNCIPE CANÁRIO

07/05/2008
CINDERELA

06/05/2008
RAPUNZEL

05/05/2008
O GATO DE BOTAS

04/05/2008
CHAPEUZINHO VERMELHO

03/05/2008
RUMPELSTICHEN

02/05/2008
BRANCA DE NEVE

01/05/2008
JOÃO E MARIA

30/04/2008
A BELA ADORMECIDA

28/04/2008
O PRÍNCIPE-RÃ OU HENRIQUE DE FERRO

Guia São Vicente - Seu Anúncio na Internet - Mapa do Site

Copyright© 2017 - Todos os Direitos Reservados - Parceiros

hotel | pousada | imoveis | informática | motel | diversao | bares | pizzaria | Aquário | cinema | turismo | clube | flores | cestas | estética | chopp | churrasco |


Tecidos Hotéis Parafusos e Ferramentas Buffet & Salões de Festas Tatuagens e Piercings Motos Escolas de Informática Boates, Casas Noturnas, Baladas Sorvetes - Fabricantes e Distruibuidores Cama, Mesa e Banho Tela Mosquiteiras Lavanderias Materiais para Construção Laboratórios Calçados Restaurantes & Churrascarias Utensílios e Utilidades Domésticas Telhas Laticínios Produtos e Artigos Esportivos