Ajuda
Ajuda:Para realizar uma Busca no Guia São Vicente , digite a palavra chave referente ao que você procura. Ex.: se você busca hotéis, pousadas ou motéis em , digite: hoteis, pousadas, hotel, pousada, hospedagem, motel etc... Se você busca concessionárias em , digite: concessionária, revenda, carro, automóvel, veículos etc... Se você busca por restaurantes em , digite: restaurante, comida, delivery, kilo, disk, pizza etc... , Se busca por imobiliárias, digite: imobiliárias, imóveis, apartamentos, casas, kitnet ou entre no nosso banco de imóveis no menu abaixo.
>> Fechar

ANÚNCIOS GRÁTIS

ARTIGOS

Animais & PET
Guia São Vicente

COMO CUIDAR DE CÃES

1. Cuidados gerais

Antes de tudo, saiba que os cães são animais sociais; precisam de companhia para serem felizes e ajustados. Não deixe o seu cão sozinho por períodos longos e nem preso a umacorrente. Procure incluí-lo ao máximo no convívio social, inclusive os cães de grande porte.

Se cão precisará sempre de um abrigo limpo fresco e sombreado, a salvo do frio e da chuva, com água fresca sempre disponível. Um cão precisa ainda de ser alimentado com ração canina de qualidade, vacinado anualmente (não só contra a raiva!!!), vermifugado duas vezes ao ano, e levado ao veterinário, principalmente se ficar doente. Cuide da saúde de seu animal, pois assim também estará cuidando da sua saúde.

Coloque uma coleira no seu animal com uma  identificação  (com  o  nome  do  dono  e telefone). Quando ocorre de um cão se perder, se ele é achado com identificação as chances de reencontrar seu lar são muito maiores. Caso perca seu animal faça faixas, cartazes e espalhe pela vizinhança, lojas de animais e locais movimentados. 

2. Educação

Nenhum cão é automaticamente bem educado. Cabe a você ensinar ao seu cão as regras de sua casa. É mais fácil, agradável, efetivo e humano ensinar por meio de recompensas do que por meio de castigo. Por exemplo, se você quer que o cão aprenda a fazer xixi num determinado local, faça o máximo para ele estar no local correto na hora em que ele tende a fazer xixi. Quando ele fizer xixi no local correto, elogie-o com entusiasmo. Algumas repetições desta rotina o ensinarão que, quando ele faz xixi no local correto, ele ganha carinho e aprovação. Não brigue com o seu cão horas após o “feito” no local errado e NÃO use a velha e cruel prática de esfregar o seu nariz no cocô.

Seja firme ao estabelecer regras e paciente enquanto seu cão as aprende. A dica mais importante é associar o comportamento adequado a algo prazeroso, de modo que devemos sempre criar condições para que o omportamento adequado ocorra, e aí imediatamente elogiar e reforçar o animal pelo comportamento. Lembre-se: um cão que não aprendeu algo tem um dono que não o ensinou! Se você tiver problemas na educação do seu filhote, procure estudar, trocar idéias e obter a ajuda de pessoas mais experientes - e desconfie de treinadores que não trabalhem com você, o proprietário. É você que deve aprender a lidar com seu cão!

3. Passeios

Não deixe seu cão passear sozinho. Várias pessoas perdem seus animais assim, contando que "ele sempre voltava até um dia em que não voltou…". Um cão que perambula sozinho pode ser atropelado, agredido por pessoas ou outros cães, roubado, recolhido pela "carrocinha”, ser contaminado por outros animais doentes etc… …Além do mais, é bom para o dono passear! Nos passeios em áreas urbanas, use guias. Mesmo que seu cão seja muito educado, nem todo mundo tem obrigação de gostar de animais. Além disto, recolha as fezes do seu cão no passeio. É lei, é civilizado, é saudável. Quanto  aos filhotes, só passeie após completar todo o esquema de vacinação, e cuidado com os sapatos, roupas e mãos sujas, pois podem trazer doenças da rua. 

4. Alimentação

A saúde de seu animal (aliás, como a nossa!) depende muito da alimentação que lhe for dada, principalmente em seus primeiros meses. Alimente seu animal pelo menos duas vezes ao dia. A grande ingestão de comida de uma só vez pode provocar problemas gástricos. Quando for trocar de ração, faça gradualmente para não ocasionar diarréia. 

Procure sempre proporcionar para o seu animalzinho uma ração de boa qualidade, adequada para sua idade. A ração deve ser comprada em loja de produtos veterinários, e deve ser uma ração premium ou super premium. Não caia na ilusão da ração barata: tenha em mente que a ração de boa qualidade compensa: o cão ficará mais protegido
contra doenças e você usará menores quantidades por ser mais rica. Ou seja, boas rações rendem mais. De quebra, ainda "geram" menor volume de fezes. Vale a pena investir na alimentação do seu bichinho para não cair no velho “barato que depois saiu caro”! Não dê gorduras (fritura, refogados, manteiga, nata de leite etc); restos de comida, rincipalmente as temperadas e com sal; massas (pão, macarrão) ou açúcar (bala, bolo, biscoito, sorvete etc) para seu cão, nem de vez em quando. Ossos, só os longos e seguros. É bom lembrar que chocolate é tóxico para cães!

A alimentação errada além de desequilibrar a dieta de seu cão, também aumenta a quantidade de cálculo dentário (tártaro) e provoca mau-hálito, fazendo com que sejam necessárias visitas ao veterinário para remoção e tratamento de possíveis cáries ou canais. Não deixe a comida na vasilha durante a noite. Isso pode atrair insetos, ratos e baratas. Os comedouros devem estar sempre limpos e a água deve ser trocada periodicamente. Comedouros suspensos ajudam na prevenção de insetos, ratos e baratas. Se a ração for úmida jogue fora o que o cão não comer, pois ao fermentar pode fazer mal ao seu bichinho.

5. Vacinação e Vermifugação

A vacinação é um dos cuidados mais importantes. Todos os filhotes devem ser vacinados, em esquema recomendado por seu veterinário, com a V10 e a Anti-rábica. Depois, repete-se anualmente uma dose de cada vacina. 

Só vacine o seu animal com veterinários, pois estes são os únicos que podem atestar que o animal está apto para se vacinado. Além disso, as vacinas de melhor qualidade e estado de conservação só são encontradas com veterinários e garantidas por eles. Existem vários animais que adoecem, mesmo tendo tomado a vacina comprada em loja agropecuária. Novamente, não caia no velho “barato que depois saiu caro”!

Vermífugos devem ser administrados ao seu cão periodicamente. Se ele for filhote, de três em três meses e se for adulto, de 6 em 6 meses. Para uma vermifugação eficiente é necessário ao mesmo tempo o controle de pulgas, pois as pulgas podem transmitir vermes.

Tenha uma carteirinha de vacinação/vermifugação com todas as datas anotadas e assinadas por seu médico veterinário. Também procure anotar um histórico de doenças e acontecimentos do seu animal.

6. Higiene

Procure escovar seu cão mais do que banhá-lo. Banhos demais reduzem a oleosidade natural que protege o pelo dos cães. Algumas raças de cães requerem mais banhos que outras, mas de modo geral, experimente espaçar os banhos. Há alguns cães que vivem bem e sem cheiro com escovações freqüentes e banhos mensais. Na escovação, você retiraos fios mortos, não deixa que os pêlos se embaracem, e garante uma boa circulação sanguínea e aeração da pele. Além disto, é um momento importante para o estabelecimento do elo entre pessoa e cão, além de servir para averiguar o estado geral do animal.

No banho, utilize somente xampus ou sabonetes neutros, da linha infantil ou natural, ou específicos para cães. Utilize água morna, quase fria. Coloque algodões nos ouvidos para proteger os ouvidos contra a entrada de água, retirando-os após o banho. Procure secar bem, podendo usar o secador. Não dê banhos em filhotes antes dos 60 dias e somente em dias quentes.

Após o banho, limpe os ouvidos de seu cão. Use algodão embebidos em produto específico para limpeza de ouvidos, finalizando com algodão seco.

Escove os dentes do seu cão. Inicie com uma gaze enrolada no dedo, sem pasta, somente para que ele se acostume ao manuseio. Aos poucos vá substituindo a gaze pela escova. Pode-se usar as pastas de dentes para crianças, em pequena quantidade, pastas especializadas para o cão, ou mesmo apenas água. Aproveite para observar se as unhas do seu cão estão longas demais. Se não tiver um cortador de unhas específico de cães, leve-o a um veterinário ou loja de tosa para cortá-las. Cuidado, pois os animais possuem vasos sanguíneos nas unhas e existe o local correto de fazer o corte.

Em caso de aparecerem pulgas ou carrapatos não use qualquer talco, xampu, ou spray; aconselhe-se e use produtos adequados.  Existem produtos que são utilizados apenas em bois ou no ambiente que podem intoxicar e matar seu cão. Atualmente existem no mercado produtos eficazes e seguros para a saúde do seu amigo. Na ProAnima usamos as coleiras Kiltix, o Advantage e o Frontline com excelentes resultados.

É muito importante levar em consideração que para um controle eficiente de pulgas e carrapatos é preciso também fazer o controle no ambiente. Para cada 5 pulgas e carrapatos que são encontrados no animal existem outros 95 espalhados no ambiente. Consulte um especialista para fazer este controle. 

A Erlichiiose, ou doença do carrapato, tornou-se endêmica no DF! É uma doença que MATA de modo súbito e silencioso se não for detectada a tempo. Por outro lado, detectada, é facilmente tratável com antibióticos. Basta um carrapto infectado morder seu cão para que ele contraia erlichiose, de modo que recomendamos que você realize exames anuais de sangue para monitorar a situação do seu animal. Leve-o ao veterinário se detectar nele carrapatos e, depois de algum tempo, ele se mostrar mesmo que minimamente abatido, inapetente ou anêmico.

7. Olha a superpolução!!!

Em todos os centros urbanos do Brasil há problemas sérios de superpopulação de animais domésticos, com conseqüências nefastas: abandono, maus-tratos, e extermínio de animais nas "carrocinhas". Simplesmente não há lares para todos os animais. A ÚNICA solução é o controle de natalidade, e a melhor forma de controle atualmente disponível é a esterilização cirúrgica. Utilizar anticoncepcionais em cadelas é arriscado dados os erros de cálculo e muito ruim para a saúde das fêmeas, aumentando em muito as chances de tumores e doenças no aparelho reprodutor. Cães machos não esterilizados fogem mais, brigam mais e correm o risco de contrair TVT - tumor venéreo transmissível, também conhecido como sarcoma venéreo transmissível ou tumor de Sticker.

A esterilização cirúrgica é um investimento na saúde dos seus animais e uma forma de contribuir para que menos animais sejam abandonados. Se você acha que só porque seu cão é de raça e os filhotes serão vendidos isto o isenta de ser abandonado, saiba que lidamos freqüentemente com cães abandonados de todas as raças: cockers, poodles, filas, pastores, huskies, west highland terriers, chow-chows, setters, collies. Uma visita ao CCZ pode comprovar isto. Finalmente: se for absolutamente imprescindível para você que sua cadela tenha filhotinhos, certifique-se de que todos sejam encaminhados para lares excelentes – e os acompanhe por toda a vida.

8. Cirurgias desnecessárias e criminosas

Não realize cirurgias de retirada de cordas vocais em seu animal. Além de cruel, pois latir ou miar é uma forma do animal se expressar, é desnecessário e é crime. Se seu cão anda latindo demais, ele provavelmente está se sentindo sozinho e precisando de mais atividade. Cirurgias estéticas desnecessárias como corte de cauda, corte de orelha, corte do 5º dedo, lifting, cirurgias plásticas e até aplicação de botox são consideradas mutilações. As mutilações estão previstas na Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98) e a pena é de
detenção, de três meses a um ano, e multa.

 

9. Outros Cuidados

Não deixe seu cão em locais com odores fortes (água sanitária, desinfetantes, tintas, vernizes, inseticidas).

Lembre-se que os filhotes roem e comem tudo que encontram, portanto cuidado com objetos esquecidos ao alcance do cão. Cuidado também com as plantas, pois algumas são tóxicas. Especial atenção com o local destinado ao lixo.

Leve seu cão periodicamente ao veterinário para um check up, exames de sangue e vacinações anuais, mesmo que ele lhe pareça perfeito. Existem doenças assintomáticas e o melhor tratamento é a prevenção.

Se seu cão parecer doente, apático, inapetente, com diarréia, vômito ou outros sintomas assim, não escute conselhos de pessoas não qualificadas, embora bem intencionadas. Isso poderá agravar o estado do animal, ou ainda esconder sintomas de doenças graves, o que dificultará o trabalho do veterinário, e, conseqüentemente, a cura de seu cão. Nunca, jamais, medique seu animal por conta própria ou por indicação de conhecido! Existem remédios extremamente tóxicos para os animais e só o veterinário sabe calcular a quantidade correta que ele precisa. 

Antes de sair de férias, procure com bastante antecedência alguém que possa cuidar de seu cão.

Finalmente, tenha em mente que um animalzinho pode viver até 20 anos e você pode ter que se dedicar a ele por muito tempo. Lembre-se também que ele ficará idoso e que poderá adoecer, precisando de cuidados especiais. Não o abandone nessas horas. Você gostaria de ser abandonado num hospital ou num asilo para idosos? Pense nisso, seu
animalzinho será o seu companheiro e depende de você para cuidar dele.


Artigos Anteriores:

18/01/2009
51 Dicas de Como Manter seu Aquário

11/11/2008
COMO CUIDAR DE CÃES

09/09/2008
Enriquecendo o habitat

12/01/2008
Exoparasitose

10/01/2008
Desmamação de Gatos

09/01/2008
A velhice nos Felinos

08/01/2008
A COLEIRA DO GATO

07/01/2008
Educação doméstica dos Cães

06/01/2008
Cuidados do pêlo do cão

05/01/2008
COSMÉTICA CANINA

04/01/2008
UNHAS NOS CÃES

03/01/2008
A amputação da cauda

02/01/2008
A Velhice

01/01/2008
A DENTIÇÃO DO CÃO

29/06/2007
A correia: segurança e simbolismo

28/06/2007
A Comida do Cachorro

27/06/2007
A Coleira do Cão

26/06/2007
A Casa do Cachorro

25/06/2007
A Cama do Cachorro

Guia São Vicente - Seu Anúncio na Internet - Mapa do Site

Copyright© 2022 - Todos os Direitos Reservados - Parceiros

hotel | pousada | imoveis | informática | motel | diversao | bares | pizzaria | Aquário | cinema | turismo | clube | flores | cestas | estética | chopp | churrasco |


Cinema Arquitetura e Design de Interiores Borracharias Comunicação, Publicidade e Propaganda Madeireiras Materiais para Construção Vidraçaria Clinicas Odontológicas & Dentistas Sindicatos e Associações Games e Acessórios Transporte Rodoviário Limpeza e Conservação Tintas Jardinagem Motéis Bicicletas - Comercio, Peças e Acessórios Automóveis - Funilaria e Pintura Plantas Calhas e Rufos Farmácias e Drogarias